Wikileaks mostra como os EUA vigiam os megaeventos



Durante os Jogos Olímpicos de Inverno em Vancouver, no Canadá, em 2010, o Consulado dos Estados Unidos distribuiu relatórios com informações sobre todas as suas suspeitas de risco à segurança nacional no país para mais de 30 órgãos do governo norte-americano – entre eles, a Casa Branca, o FBI, o Centro Nacional de Contraterrorismo e o Departamento de Defesa. Os textos descreviam com detalhes possíveis atos terroristas, incidentes e até mesmo manifestações.

Vermelho

Esse alto grau de vigilância norte-americana sobre o país que recebeu o megaevento foi revelado nos 16 documentos vazados pelo Wikileaks intitulados “Vancouver 2010 Winter Olympics: Situation Report” (Jogos Olímpicos de Vancouver 2010: Relatório de Situação). Os textos eram baseados em informações da polícia canadense em cooperação com serviços de inteligência norte-americanos. Protestos agendados e que já haviam ocorrido eram descritos com indícios de atuação terrorista na sessão “Questões de segurança”.

Nem uma partida de hockey entre EUA e Canadá foi poupada de observações. O report #11 afirma que o jogo poderia estimular a desordem pública: “As autoridades policiais locais estão preocupadas com a natureza potencialmente litigiosa do jogo entre Canadá e EUA e seu impacto na ordem pública. O local fica a quarteirões do distrito de entretenimento de Vancouver, dos corredores de pedestre e de vários hotéis”. Para prevenir possíveis distúrbios, a polícia local pediu às lojas que vendem bebidas alcoólicas fecharem mais cedo.

Os textos também mostram que os perfis de organizações e manifestantes nas redes sociais eram verificados e qualquer tipo de protesto considerado “anti-olímpico”, detalhado antes mesmo de acontecer. No report #3, por exemplo, o consulado alerta para futuras manifestações de grupos anarquistas: “Antecipação de atividade de protesto: ‘Outra [manifestação] ‘’2010 Autonomous Day of Action’ está prevista para segunda-feira 15 de fevereiro (…) pequenos grupos de anarquistas podem se envolver em atos de vandalismo e confronto com a lei”. E no report #12: “Uma manifestação intitulada ‘Games Over! Resistance Lives!’ (Os Jogos acabaram! A resistência vive!) está agendada para acontecer das 13h às 15h do dia 28 de fevereiro na intersecção entre as ruas Smithe e Cambie. O evento é anunciado como ‘um festival público barulhento para celebrar nossas comunidades e nossa resistência’. Essa manifestação está sendo organizada no site www.no2010.com”.

Outra ação citada em vários relatórios é a “Critical Mass Bike Ride”, uma bicicletada pacífica pelas ruas da cidade canadense. O report #10 diz: “Atividade de protesto antecipada: a próxima atividade marcada digna de nota é a ‘Critical Mass Bike Ride’ no dia 26 de fevereiro. Os ciclistas planejam se reunir no lado norte da Galeria de Arte de Vancouver, na rua Georgia, e pedalar pelas ruas de Vancouver”.
Matéria Completa, ::AQUI::

Comentários

Leia Mais..