Venezuelanos festejam a morte de Chávez... na Flórida


"Não festejamos a morte", explica Ana San Jorge, uma das imigrantes venezuelanas que vivem nos Estados Unidos; segundo ela, a multidão que nesta quarta-feira agitava a bandeira amarela, azul e vermelha com comemorações de "ele se foi" festejava "a abertura de uma nova porta, de esperanças e transformações"; no broche (foto), a frase "Venezuela sem Chávez"


"Ele se foi!", comemoraram venezuelanos sobre o presidente Hugo Chávez, que morreu na terça-feira após dois anos em luta contra um câncer. A cena parece inimaginável para os venezuelanos que durante esta quarta e quinta-feira acompanharam, por cerca de sete horas, o cortejo fúnebre que levou o caixão do líder político pelas ruas de Caracas.

A comemoração, porém, aconteceu na Flórida, Estados Unidos, e manifestou a esperança de cidadãos que esperam por mudanças em seu país, agora com a saída de Chávez. "Não festejamos a morte", explicou Ana San Jorge, em meio a uma multidão em Doral, subúrbio de Miami. "Estamos festejando a abertura de uma nova porta, de esperanças e transformações", acrescentou.

Os manifestantes aplaudiam e agitavam a bandeira da Venezuela usando camisetas e bonés com as cores do país – amarelo, azul e vermelho. Doral possui a maior concentração de venezuelanos residentes nos Estados Unidos – cerca de 190 mil imigrantes venezuelanos vivem em todo o país, de acordo com números do censo.”

Comentários

Leia Mais..