Gigantes da web pressinam Obama contra espionagem



Google, Apple, Microsoft, Yahoo!, Facebook, Twitter, LinkedIn e AOL publicaram uma “Carta Aberta a Washington” cobrando do governo dos EUA uma revisão profunda dos sistemas de espionagem; além disso, criticam países que querem "obrigar provedores a instalar suas infraestruturas dentro de suas fronteiras", o que chamam de obstáculo "ao livre fluxo de dados e informações", em referência ao projeto da presidente Dilma Rousseff


Em uma carta aberta publicada nos principais jornais dos EUA, oito gigantes da tecnologia pressionam o governo de Barack Obama a revisar o programa de espionagem.

Sob o título "Carta Aberta a Washington", Google, Apple, Microsoft, Yahoo!, Facebook, Twitter, LinkedIn e AOL dizem que "é urgente a necessidade de mudar as práticas de vigilância".

Além disso, criticam países que querem "obrigar provedores a instalar suas infraestruturas dentro de suas fronteiras", o que seria um obstáculo "ao livre fluxo de dados e informações", em referência ao programa sugerido pela presente Dilma Rousseff.

O Marco Civil da Internet determina que dados pessoais coletados de usuários no Brasil sejam armazenados no país, até com a construção de data-centers, com sanções, que vão desde advertência, multa de 10% do faturamento bruto, até proibição de exercer as atividades."

Saiba mais sobre a campanha aqui.

Comentários

Leia Mais..