Wyllys quer providências sobre vídeo de 'exército' da Igreja Universal


"Em passagem pelo Rio Grande do Sul, o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) pediu providências do Ministério Público após a divulgação de um vídeo na internet pela Igreja Universal do Reino de Deus do Ceará; Jovens que fazem parte do projeto "Gladiadores do Altar" aparecem marchando, batem continência e gritam que estão prontos para a batalha durante um culto realizado em Fortaleza, uma conduta semelhante à dos militares; "O Ministério Público e as autoridades já deveriam ter se manifestado", disse; "Os soldados estão sendo treinados e formados para servir ao altar, e o propósito não está claro"

Brasil 247

Em passagem pelo Rio Grande do Sul, o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) pediu providências do Ministério Público após a divulgação de um vídeo na internet pela Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) do Ceará. Jovens que fazem parte do projeto "Gladiadores do Altar" aparecem marchando, batem continência e gritam que estão prontos para a batalha durante um culto realizado em Fortaleza, uma conduta semelhante à dos militares.

Wyllys ressaltou o perigo da união de fanatismo religioso e organização militar. De acordo com o parlamentar, a Igreja Universal está montando uma espécie de "exército", o que deve ser combatido com urgência. "O Ministério Público e as autoridades já deveriam ter se manifestado", disse à Rádio Gaúcha.

O parlamentar comparou o ato da IURD com a Ação Integralista Brasileira (AIB), fundada por Plínio Salgado, e ao fundamentalismo islâmico, lembrando o histórico da igreja, principalmente em contrariedade às minorias sexuais.

"Os soldados estão sendo treinados e formados para servir ao altar, e o propósito não está claro", afirmou. Em referência ao ato, Wyllys disse, ainda, que "essas coisas não são tomadas como sérias, sempre fechamos os olhos para o fundamentalismo religioso, que já virou uma força política".

Veja o vídeo:


A Igreja Universal afirma em seu site que o projeto é de "orientação e formação de jovens vocacionados para a propagação da Fé Cristã, que funciona desde janeiro de 2015"; Segundo a entidade, a"disciplina que o projeto Gladiadores oferece aos seus membros é apenas aquela espiritual".

"Seus membros são voluntários da Força Jovem Universal, programa social que conta com milhões de jovens em todo o Brasil e em outros países e que desenvolve atividades culturais, sociais e esportivas para auxiliar no resgate e amparo de populações de rua, viciados, jovens carentes e em conflito com lei", informou o texto.

Na resposta, a IURD disse, ainda, que "a Força Jovem também promove campanhas de doação de sangue, de alimentos, roupas e livros para comunidades carentes e para clínicas de recuperação, realiza ações de conscientização e cidadania – como o incentivo ao jovem que obtenha o título de eleitor"; "Oferece cursos profissionalizantes gratuitos a pessoas carentes e as encaminha ao mercado de trabalho e apoia socorristas em situações de emergência e tragédias, com a entrega de água, alimentos e outros materiais necessários".

Ainda conforme o texto, "buscar uma motivação violenta ou condenável em jovens uniformizados que marcham e cantam unidos em igrejas é tão absurdo quanto enxergar orientação fascista em instituições como o "Exército da Salvação" e o Movimento Escoteiro, ambas organizações mundiais com base cristã e que, como a Universal, também se utilizam a analogia militar de forma positiva e pacífica".
Via Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 Comentários: