Todo ouro já extraído caberia em apenas quatro piscinas olímpicas

Tesouro pirata de verdade exibido do Museu de História Natural de Houston, no Texas
Da Folha de S. Paulo

"Se você fosse um pirata e tivesse roubado todo o ouro do mundo, seria necessário apenas um baú do tamanho de quatro piscinas olímpicas para guardá-lo. Para guardar a produção de um ano, bastaria achar um lugar para guardar um cubo com 5,4 m de aresta –caberia dentro de um apartamento de tamanho médio.

São extraídos atualmente em torno de 3.000 toneladas do minério por ano (que valem em torno de R$ 335 bilhões), e a produtividade vem aumentando. O total acumulado desde a antiguidade é estimado entre 160 mil e 180 mil toneladas, mas há alguma desconfiança nesse número pela dificuldade em estimar a quantidade extraída de ouro no passado mais remoto. Com esse ouro já extraído seria possível fazer cinco anéis de ouro para cada ser humano vivo do planeta.

O ouro é um metal bastante denso. Enquanto um litro de água pesa um quilo (densidade de 1 g/ml), um litro de ouro (no estado sólido) pesa 19,3 kg (densidade de 19,4 g/ml). Mesmo comparado a outros metais, como o ferro (7,87 g/ml), o ouro ainda é bem pesado. Para ter uma ideia, o cubo de ouro de 5,4 m de aresta pesaria o equivalente a 43 mil pessoas (o mesmo volume de água pesaria o mesmo que 2.249 pessoas).

O DE ONDE VEM
 
O maior produtor de ouro de 2014 foi a China, com 462 toneladas anuais. Em seguida, vêm Austrália, Rússia, EUA e Peru, nessa ordem. Na lista, o Brasil é o décimo-primeiro, com 81 toneladas extraídas anualmente (que valem R$ 9 bilhões). Os dados são da publicação GFMS Gold Survey 2015, da editora Thomson Reuters.

Mas não é só da extração em minas que vem o ouro. Ele pode ser reaproveitado de eletrônicos, de joias antigas ou mesmo de obturações dentárias.

PRA ONDE VAI
 
Mais da metade do ouro extraído é usado por ourives na confecção de joias, o restante é usado como lastro em bancos oficiais, fabricação de moedas, como investimento pessoal ou mesmo como matéria prima para a indústria (em conectores e plugues banhados ao metal, por exemplo).

Os maiores países consumidores do mundo ouro são a China e a Índia (com 24,2% e 23,1% do total, respectivamente). Em seguida vêm EUA, Alemanha e Japão (6,5%, 3,5 e 3,2%). O Brasil é o 19º nessa lista, com 1% do total.
Em consumo per capita, o ranking é dominado por países árabes e asiáticos, e é liderado pelos Emirados Árabes Unidos com consumo anual de 8,5 gramas por habitante."
Via Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 Comentários: