Abutres e predadores


Por Junior50, GGN

Comentário ao post Xadrez dos acordos de leniência e das instituições subdesenvolvidas
Com a situação de nossas empresas envolvidas na "Lava Jato ", a cada dia se deteriorando ainda mais, tendo algumas já em recuperação judicial e as demais celeres no mesmo caminho, algumas expectativas já podem ser analisadas, como a falsa idéia que empresas internacionais teriam interesse em adquiri-las, quer totalmente ou em partes ou apenas algumas operações especificas, tais "esperanças" não estão em horizonte próximo, e um dos motivos é que elas estão ainda "sem preço", a tendencia é que a formação de algum "preço" ainda demore.

Já para operações abutre, com fundos especulativos, esta demora é excelente, uma vez que internacionalmente estas empresas possuem um grande volume de papéis de divida circulando no mercado global, em varias moedas, todos eles "desclassificados", alguns cotados na categoria de "junk bonds", que a cada intervenção juridica, manchete, externa ou interna, jogam estes papéis mais para baixo, inclusive obrigando fundos de longo prazo a vende-los, este tipo de operação é ideal para "fundos abutre", é até possivel se bem executada, estes fundos assumam em um momento mais propicio o controle da empresa, posteriormente fechando algumas unidades, fundindo outras, mantendo o que possa interessar e depois vende-las com lucro a quem quer que seja (é possivel hj. adquirir um papel  em NY , por menos de 20% de seu valor de face, dependendo do vencimento e do giro dele no mercado).

Esta é uma face da financeirização, do embricamento entre o "mercado" e geopolitica, que nossos caros burocratas concursados do MPF , não compreendem, tenho até certa certeza, que em seus mestrados e doutorados realizados no exterior, estas aulas enfadonhas sobre mecanismos de mercado, eles faltaram.

P.S.: Exemplo de "interesse nacional " : Em abril passado na LAAD Security 2016, feira de equipamentos de defesa & segurança, em certos importantes expositores "nacionais", era melhor saber duas linguas : inglês, que todo mundo fala ,ou para um papo mais pessoal, o hebraico. Se nesta area a situação é esta - a REAL - imaginem outras.
Via Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 Comentários: