“Donald Trump vai ganhar a eleição em novembro”: Michael Moore lista 5 motivos


De acordo com Moore, Trump representa “o último bastião do homem branco nervoso” e cita os espaços que negros e mulheres conquistaram na sociedade americana desde a era Nixon e como isso pode motivar os homens brancos a se unirem contra Hillary Clinton. Confira os outros motivos

Revista Fórum -

Em um artigo publicado no HuffPost, o diretor e documentarista Michael Moore listou 5 motivos pelos quais acredita que Donald Trump será eleito presidente dos Estados Unidos em novembro. Moore alertou os democratas americanos de eles precisam sair da “bolha” de justificativas e começarem a praticar “Presidente Trump” para se acostumarem logo.

A primeira razão citada pelo documentarista é o que ele chama de “Bem-vindo ao Brexit do Cinturão Industrial”. Moore lembra que Trump como candidato republicano já possui alguma vantagem nos estados de Ohio, Michigan, Pensilvânia e Wiscosin, os principais responsáveis pelas atividades industriais nos EUA. Em sua campanha, Trump já afirmou que irá sobretaxar em 35% carros produzidos no México e importados de volta para os EUA. Ele repetiu a ameaça contra a Apple, que produz na China e, com isso, conquistou a simpatia do eleitorado desses estados.

O segundo motivo da lista de Moore é o fato de que Trump representa “o último bastião do homem branco nervoso”. Ele cita os espaços que negros e mulheres conquistaram na sociedade americana desde a era Nixon e como isso pode motivar os homens brancos a se unirem contra Hillary Clinton.

Em terceiro lugar, Moore coloca aquilo que chama de “O Problema Hillary”. Ele fala sobre como Hillary ainda representa um sistema político que é rechaçado por muitos americanos, citando, por exemplo, o apoio que ela deu para a invasão ao Iraque.

Em quarto lugar fica “O eleitor deprimido de Sanders”, que segundo Moore é a pessoa que irá votar em Hillary, mas que não irá “trabalhar dez horas horas como voluntário no mês de campanha” e que também não vai convencer seus amigos a votar em Hillary.

“O efeito Jesse Ventura” é o quinto elemento. No Brasil, poderia ser substituído por “efeito Tiririca” que simboliza o descontentamento dos cidadãos com a situação política e o desejo de mudança através de um senso de humor distorcido. Moore lembra do caso do lutador de luta livre Jesse Ventura que foi eleito a governador em Minnesota, sem nenhuma experiência política, tal qual Trump.

Leia aqui o artigo completo escrito por Moore.

Foto de Capa: Gage Skidmore
Via Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 Comentários: