Temer tem 100% de aprovação. Do FMI, que aplaude arrocho nos aposentados


Por Fernando Brito, Tijolaço -

Da BBC, agora à tarde:

O Fundo Monetário Internacional (FMI) divulgou nesta quinta-feira um comunicado em que elogia as propostas do governo brasileiro para cortar gastos e afirma que o país pode voltar a crescer em 2017, desde que o Congresso Nacional aprove as medidas com rapidez.
 
“O foco do governo no controle do crescimento das despesas fiscais é um imperativo e é bem-vindo”, diz o texto, em referência à proposta da gestão Michel Temer de restringir por 20 anos o aumento dos gastos federais à variação da inflação.

E, tal como fez ontem o Secretário do Tesouro americano, o FMI, onde todo mundo ganha uma fábula de dinheiro, bateu palma para o arrocho nos trabalhadores, nos inválidos, nos portadores de deficiência que dependem nos benefícios da Previdência:

No comunicado, redigido após uma visita oficial de funcionários do fundo ao Brasil, o FMI também cobrou o governo a avançar com rapidez e eficiência em uma reforma previdenciária.
 
Segundo o órgão, a reforma tem de alterar as regras que ditam a idade para a aposentadoria, o acesso a outros benefícios previdenciários e os reajustes nos pagamentos.

É isso aí.

Seus direitos, povo trabalhador, estão sendo vendidos no mercado financeiro internacional.
E baratinho.
Via Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 Comentários: