NYT: EUA se reuniram com militares venezuelanos para dar golpe de Estado


Funcionários do governo Donald Trump tiveram uma reunião secreta com militares venezuelanos para discutir a derrubada do presidente Nicolás Maduro no último ano, mas decidiram não agir, de acordo com reportagem publicada pelo jornal americano "The New York Times"

Do Brasil 247 -

 Funcionários do governo Donald Trump tiveram uma reunião secreta com militares venezuelanos para discutir a derrubada do presidente Nicolás Maduro no último ano, mas decidiram não agir, de acordo com reportagem publicada neste sábado (8) pelo jornal americano The New York Times.

O veículo citou autoridades americanas anônimas e um ex-comandante militar venezuelano que participou dos diálogos secretos. Segundo o jornal, a Casa Branca não deu respostas detalhadas, após ser questionada sobre essas conversas, mas enfatizou a necessidade de "dialogar com todos os venezuelanos que demonstrem um desejo de democracia".

Vale ressaltar, no entanto, que um dos comandantes militares venezuelanos está na lista de sanções do governo Trump de autoridades corruptas na Venezuela. Os Estados Unidos acusaram ele e outros membros do aparato de segurança da Venezuela de crimes, como tortura de opositores, ferimento de milhares de civis, prisão de centenas de prisioneiros políticos, tráfico de drogas e colaboração com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), que é considerada uma organização terrorista pelos EUA.

Comentários

Leia Mais..